Você sabe o que é um PHABLET?

Não, você não entendeu errado, nem nós digitamos errado, se escreve assim mesmo PHABLET. Como você pode ter percebido a semelhança de nomes com o já famoso e cobiçado Tablet não é coincidência. O PHABLET nada mais é do que a mistura de um Tablet com um Smartphone, ou seja, nem tão grande para ser um Tablet, nem tão pequeno para ser um Smartphone. Esses aparelhos com tela sensível ao toque, e entre todas as características reunidas de tablets e smartphones, também faz ligações e mede de 5 a 7 polegadas.

Quanto maior melhor

Depois dos primeiros tijolões, a moda passou a ser os celulares pequenos, quanto menor, melhor e mais descolado era o dono do aparelho. Mas com o avanço da tecnologia e a disponibilidade cada vez maior de serviços além do simples fazer e receber chamadas, fizeram com que os aparelhos celulares tornassem a crescer, e superar e muito em tamanho, o antigos tijolões. O primeiro aparelho com o nome de Phablet a chegou ao mercado em 2010, desenvolvido pela Dell seu nome é Dell Streak. A partir daí outras fabricantes também se lançaram no mercado de Phablets, a Samsung com o Galaxy Note, e o Note II, o HTC com o J Butterfly e a LG com o Intuition. Dentre eles o mais popular e mais vendido em todo o mundo foi o Samsung Galaxy Note já ultrapassou a marca dos dez milhões de aparelhos vendidos.

O que se espera de um Phablet

Zombados quando chegaram no mercado em 2011 e apontados como a maior tendência para 2013 os Phablets, buscam atender pessoas que precisam de aparelhos maiores para conseguir ter um maior desempenho no uso de alguns recursos dos aparelhos. Geralmente com melhor definição de tela, sem contar o tamanho delas, esses aparelhos conquistam o consumidor que se interessa em conteúdo como mensagens, redes sociais e compartilhamento massivo de imagem. Apesar de não ser visualmente bonito falar em um aparelho tão grande, esses aparelhos se tornaram tendência porque o que se vê hoje no mercado é um consumo muito maior de conteúdo visual do que apenas chamadas de voz.

Registro de marca

A fabricante sul-coreana LG em 2011 tentou garantir o direito de uso do nome Phablet solicitando registro de exclusividade da marca, porém, ao que tudo indica, o uso do nome que atualmente se encontra em “ação não finalizada” já teria sido requerida por uma empresa brasileira.

O mercado dos Phablets

O mercado de phablets deve crescer em 2013 devido ao aumento do tráfego mensal de dados apontado pela Ericsson Mobility Report. Cada aparelho seja smartphone, tablet ou phablet, deverá ter seu tráfego de dados quadruplicado até 2018, chegando a 1,9 mil megabytes, o que deve, segundo especialistas, gerar um crescimento de 400 por cento na venda dos phablets.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *