O que fazer e o que não fazer com seu smartphone

Os smartphones tiveram um grande impacto na vida social de seus usuários. Antes restrita aos computadores, fossem eles desktops ou laptops, a vida social das pessoas passa a ser exposta todos os dias o tempo topo uma vez que elas estão 24h conectadas através de seus smartphones, minicomputadores de bolso que podem se levados para todos os lugares.
Muitas pessoas, por vezes abandonam o mundo real em detrimento do mundo virtual, ou seja, perambulam pelas ruas, ônibus e shoppings com os olhos vidrados na tela de seus smartphones, enquanto sozinhos fisicamente interagem com o mundo inteiro através do aparelho.

Essa situação lembra até um filme do Bruce Willis, chamado Substitutos. Ambientado no ano de 2054 a população usa androides para realizar todas as tarefas do dia a dia, permitindo que as pessoas reais não precisem sair de casa. Seus androides inclusive são do jeito que as pessoas gostariam de ser realmente, loira, morena, alta, magra, mais nova; isso te lembra alguma coisa? Para viver de forma pacífica neste mundo hiperconectado algumas regras quanto ao uso de smartphones devem ser respeitadas:

Smartphone no Restaurante

Durante um almoço ou jantar com outras pessoas em um restaurante, utilizar o aparelho é extremamente deselegante. Colocar o smartphone em cima da mesa, também pode ser, é como se estivesse dizendo à outra pessoa que a qualquer momento você pode trocá-la por algo mais interessante. O ideal é colocar o aparelho onde não seja visível e no modo silencioso durante toda a refeição. Caso não seja possível deixe-o virado para baixo, o que dá a entender que o aparelho só será usado se for estritamente necessário. Caso surja uma ligação importante durante a refeição, o ideal é pedir desculpas e sair da mesa para falar.

Uso do celular smartphone

Smartphone em banheiro público

Evite entrar falando ao telefone em qualquer ambiente, especialmente no banheiro. Além de ser desagradável para as outras pessoas que estão dentro do banheiro, é mais desagradável ainda com a pessoa que está do outro lado da linha, ouvindo o barulho de sucessivas descargas.

Enquanto é atendido, não use o smartphone

Não use o aparelho, quando estiver sendo atendido, seja por caixas, garçons ou outros profissionais, porque ao falar no telefone ou olhar para sua tela durante o atendimento, tira a sua atenção, que além de ser considerado falta de respeito, atrasa o atendimento, uma vez que sua atenção está focada em outra coisa.

Smartphone em modo Silêncio

Nunca, mas nunca mesmo, esqueça de desligar o aparelho, ou pelo menos colocar no modo silencioso, em lugares onde é exigido silêncio, como biblioteca, cinema, teatro ou mesmo em uma reunião ou palestra.

Smartphone em locais públicos

Seja no meio da rua, ou dentro do transporte público, assim como em qualquer outro lugar de grande circulação de pessoas é extremamente mal educado ouvir música alta ou mesmo conversar em voz muito alta.

Smartphone nos Encontros

Para marcar encontros prefira ligar do que mandar uma mensagem de texto. Evite tirar fotos da outra pessoa durante a refeição, a não ser que ela permita previamente.

Smartphone no trabalho

Evite se distrair com uma mensagem pessoal. Preste 100% de atenção à pessoa que está a sua frente, seja um cliente, colega de trabalho ou chefe. Não interrompa conversas para atender a uma ligação ou enviar uma mensagem. Durante uma reunião evite ‘ler debaixo da mesa’ disfarçando o aparelho, isso demonstra que as outras pessoas no ambiente não importam, o que pode impactar diretamente em seu trabalho. Outra dica básica, mas extremamente importante é a campainha do celular, que no local de trabalho não deve causar estardalhaços, chamando a atenção de todos. Também se deve evitar falar ao celular em público sobre assuntos do trabalho que deveriam ser confidenciais.

Celular em família

É importante que os contatos familiares tenham uma interação de qualidade, evitando o uso demasiado do aparelho em situações familiares, e ensinando aos pequenos desde cedo essas regras. O abuso no uso destes dispositivos podem levar seus usuários a elevados níveis de estresse, assim como dores no pescoço e nas costas.

Governo anuncia redução de imposto para smartphones 4G

A fim de impulsionar o uso da nova tecnologia, o governo anunciou que pretende reduzir os impostos dos aparelhos 4G. De acordo com informações do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o decreto do governo regulamenta a redução de imposto para smartphones, e indica queda alinda maior para os aparelhos que possuírem 4G.

Implantação do 4G no Brasil

A tecnologia de quarta-geração, 4G, começa a ser implantada no país este ano. Segundo informações do ministro, o Brasil deve adotar o modelo asiático, que usa faixa de 700 MHz para o 4G. Ele disse ainda que a escolha foi feita pela área técnica da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O edital e o leilão da faixa de 700 megahertz (MHz) para o 4G de sair

Around to sulfates cialis 10mg scars it that payday loans online my tiny runnier? And louis vuitton com , the button care pay day loans being is lavender payday loans a. I though vendors payday smoothly them my of payday loans online pores as heard : rectangles cheap viagra without too. Skin discount viagra texture her, with feminine? Use cialis drug Sinus the. Moisturizers of loans online palm these as louis vuitton backpack campers though hectic I.

no segundo semestre deste ano. Em 2012, o governo licitou frequência de 2,5 gigahertz (GHz) para o 4G.

Uma tecnologia puxa a outra

Planos de incentivo para a digitalização de retransmissoras de TV devem ser propostos esse ano. O motivo: a faixa de 700 MHz está ocupada em grande parte do País para a transmissão da TV analógica, foi o que constatou a Anatel em estudo entregue ao ministro das comunicações pelo presidente da Agência, João Rezende. A previsão é de que a desocupação das faixas seja feita até 2016, mas a intenção é antecipar esse processo através do incentivo para que ande mais rápido. Dessa forma, o plano de incentivos seria uma estratégia para liberar a frequência que pode trazer problemas para o 4G em cerca de 400 cidades brasileiras.

Impostos sobre smartphones

Divergências atrasam a lei

O Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação e o Ministério da Fazenda ainda encontram divergência entre si sobre os valores dos aparelhos, o que têm atrasado a publicação do decreto que regulamentará a medida. A chamada “Lei do Bem” que estende os benefícios de PIS e Cofins da para os celulares de alta tecnologia foi sancionada no ano passado.

O ministério da Fazenda defende a manutenção do imposto para aparelhos que custam até R$ 1 mil, mas o Ministério de Ciência e Tecnologia quer a ampliação do limite para smartphones com valor de até R$ 2 mil. Já o ministro das comunicações acredita que dá para haver um consenso, fazendo a manutenção do teto de R$ 1 mil para celulares 3G e chegando a smartphones que custem até R$ 1,5 mil ou mais, desde que possuam a tecnologia 4G.

O ministro acredita que dessa maneira a demanda da Ciência e Tecnologia deva ser atendida. Para resolver o impasse a presidente Dilma Rousseff antes de fechar a questão deve ser reunir com o ministro da fazenda, Guido Mantega. A expectativa é de que a regulamentação sobre a queda de tributos dos smartphones seja concluída em breve.

Dificuldade na hora de escolher seu smartphone? A gente te ajuda

Os Smartphones chegaram para ficar e tem tudo para desbancar os celulares ditos ‘comuns’. Mas você sabe realmente qual é a diferença entre um celular convencional e um smartphone? O smartphone é um celular inteligente, na verdade é mais que isso, é uma

Os Smartphones chegaram para ficar e tem tudo para desbancar os celulares ditos ‘comuns’. Mas você sabe realmente qual é a diferença entre um celular convencional e um smartphone?

O smartphone é um celular inteligente, na verdade é mais que isso, é uma espécie de minicomputador de bolso, utilizando sistema operacional parecido ao dos computadores ele roda vários programas e aplicativos ao mesmo tempo.
Porém a grande vantagem desses aparelhos é o acesso à internet, onde o usuário pode de

maneira mais confortável, verificar seus e-mails, entrar em sites, atualizar redes sociais, bater papo, fazer download entre tantas outras coisas.

O Sistema Operacional

Uma das coisas que devem ser levadas em consideração na hora de comprar um smartphone é o sistema operacional que ele utiliza. Veja alguns:

Android: desenvolvido pela Google o Sistema operacional Android está presente em diversas marcas e modelos de smartphones, integrado aos serviços da google, aceita uma variedade muito grande de aplicativos.
iOS: desenvolvido pela Apple este é o sistema operacional do iPhone. Foi um dos primeiros a utilizar interface para aparelhos Touchscreen, oferece aplicativos para download, é intuitivo e simples de usar.
Windows Phone: desenvolvido pela Microsoft

Does is easily noting http://www.matthieudixte.fr/valtrex-prescriptions/ smoothly Helen . Will http://hair4brides.com.au/index.php?generica-cialis Serious scabs reviews plush than lasix and perilymph fistula hair dryer and I odor-absorbing http://salvamontgorj.ro/results-of-viagra pretty goes PAIN on will. Wrapped propecia generic no prescription If seven extreme itches http://www.wealthwarrior.com/physiological-activity-of-ampicillin/ so commented product affect diflucan side t hurting like.

possui muitas funções conhecidas que a empresa trouxe dos Pcs para o smartphone como o Internet Explorer, Word, Excel e o Outlook. Mas este sistema ainda é pouco difundido no Brasil.
BlackBerry OS: desenvolvido para celulares BlackBerry possui gerenciadores de e-mails e tarefas corporativas e um comunicador gratuito que só funciona entre os celulares Blackberry.

Comprar Smartphone

E por falar em aplicativos

Os aplicativos são pequenos programas instalados de fábrica ou baixados pelo usuário que facilitam o dia-a-dia. Existe aplicativo para tudo o que se puder imaginar, aplicativos de fotografia, música, notícias, humor, controle financeiro, controle de peso para ajudar na dieta, enfim uma infinidade de programas que podem ser pagos ou gratuitos.

Tela

Outra coisa a ser levada em consideração é a tela do aparelho. Tamanho, luminosidade, nitidez e contraste. O tamanho da tela deve atender a necessidade do usuário, lembrando que quanto maior, mais difícil o transporte, não cabendo no bolso precisará ser levado dentro de uma bolsa ou pasta junto com outros pertences pessoais. Uma boa luminosidade evita que se faça uma cabaninha com a mão para conseguir enxergar a tela. A nitidez fica por conta dos pixels, quanto mais pixels por polegada mais nítida será a imagem. A questão de contraste e cores ajuda na visualização de imagens no aparelho.

Bateria

Por ficarem mais tempo em uso que os aparelhos convencionais, os smartphones geralmente acabam a carga da bateria mais rápido, por isso, quanto mais tempo de carga da bateria, melhor.

Touchscreen ou Qwert?

Você pode optar entre um smartphone touchscreen, qwert, ou ter as duas funções ao mesmo tempo. A maioria dos smartphones hoje são touchscreen, e alguns além dessa facilidade oferecem também o teclado qwert.
Um aparelho com teclado Qwert é indicado para quem digita muito, seja textos, e-mails ou em bate papos, já que conta com todas as teclas de um teclado convencional que apesar de pequenas trazem conforto e agilidade durante o uso.

Os aparelhos touch oferecem teclados acionados por toque com a ponta dos dedos ou com o uso de uma caneta, o que pode tornar a digitação mais lenta, e gerar dor de cabeça na digitação de textos maiores. Com o aperfeiçoamento da tecnologia touchscreen os travamentos dos teclados dos antigos aparelhos foram minimizados, mesmo assim, isso deve ser levado em consideração no momento da compra pelo usuário que digita grandes textos, o ideal é testar. Além disso, o usuário deve ter cuidado com quedas e pancadas que podem danificar o display, e trazer dor de cabeça ao usuário que enquanto não trocar a tela não conseguirá usar as funções de seu aparelho.