iPhone sai de moda

Realmente a Apple não está vivendo uma de suas melhores fases. Depois de ver seu iPhone desbancado pelo Galaxy SIII, perder na justiça batalhas contra a Samsung e a brasileira Gradiente, agora seu iPhone deixou de ser considerado o ‘aparelho da moda’ em alguns países.

Asiáticos buscam opções ao iPhone

Considerada o maior mercado do mundo em dispositivos eletrônicos, a Ásia passou a considerar os aparelhos da Apple fora de moda. Os consumidores asiáticos passaram a procurar outros aparelhos justamente para se diferenciarem. De acordo com uma pesquisa da StatCounter, lá do outro lado do globo os consumidores passaram a olhar com mais interesse para os concorrentes da Apple.

A pesquisa foi feita medindo o tráfego de mais de 3 milhões de sites. E tanto iPad quanto iPhone de acordo com a empresa perderam mercado, enquanto marcas que usam, por exemplo, o Android da Google passaram a ganhar mais destaque.

Os produtos da Apple reinavam soberanos no mercado de Cingapura, abocanhavam 72% do mercado no início de 2012, e caíram para 50% no início de 2013. Já os concorrentes subiram de 20% para 43%. Em Hong Kong, 45% do mercado era dominado pelos aparelhos com o sistema operacional iOS, agora são 30%, enquanto o Android atualmente garante quase dois terços desse mercado.

Saturação causou fadiga

De acordo com especialistas o fato de o aparelho ser visto em todas as partes, como nos escritórios, metrôs, e em outros locais públicos, fez com que os usuários se fadigassem do iPhone, e antes o símbolo de status, passa a ser banal, uma vez que todos tem. Outro fato que teria contribuído para a queda de interesse pelo aparelho, seria os novos aparelhos lançados no mercado que oferecem telas maiores mais adequados, por exemplo, para se escrever em chinês, e excelentes para quem gosta ou precisa assistir a vídeos.

Empresa teria perdido timing

De acordo com matéria publicada pela revista Forbes, a Apple teria perdido o timing e não se conectado às exigências da nova geração, como o teclado Surface oferecido pela Microsoft ou as novidades trazidas pelo Galaxy, da Samsung. Antes na vanguarda, após perder seu co-fundador Steve Jobs, falecido em 2011, a empresa passou de inovadora, a seguida de tendências, como por exemplo, o aumento de tela do iPhone 5, que foi uma alternativa às telas já grandes dos concorrentes que vinham agradando os consumidores. Mesmo assim o iPhone 5, já deve ter alcançado cerca de 50 milhões, mas o crescimento de 30% em 2013, não chega nem perto dos 130% de 2012.

Estratégia

Para contornar a situação a Apple deve lançar um terceiro iPhone em 2013, e como dissemos anteriormente seguindo as tendências do mercado, trazendo um aparelho com tela de 4,8 polegadas, chamado de iPhone Math. Além dele, a empresa deve lançar também um iphone de baixo custo o iPhone 5S, para atingir um outro mercado, o do público que busca aparelhos com bons recursos mas com preços mais acessíveis.

Os aparelhos devem estar disponíveis no mercado em junho ou julho deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *