O que fazer e o que não fazer com seu smartphone

Os smartphones tiveram um grande impacto na vida social de seus usuários. Antes restrita aos computadores, fossem eles desktops ou laptops, a vida social das pessoas passa a ser exposta todos os dias o tempo topo uma vez que elas estão 24h conectadas através de seus smartphones, minicomputadores de bolso que podem se levados para todos os lugares.
Muitas pessoas, por vezes abandonam o mundo real em detrimento do mundo virtual, ou seja, perambulam pelas ruas, ônibus e shoppings com os olhos vidrados na tela de seus smartphones, enquanto sozinhos fisicamente interagem com o mundo inteiro através do aparelho.

Essa situação lembra até um filme do Bruce Willis, chamado Substitutos. Ambientado no ano de 2054 a população usa androides para realizar todas as tarefas do dia a dia, permitindo que as pessoas reais não precisem sair de casa. Seus androides inclusive são do jeito que as pessoas gostariam de ser realmente, loira, morena, alta, magra, mais nova; isso te lembra alguma coisa? Para viver de forma pacífica neste mundo hiperconectado algumas regras quanto ao uso de smartphones devem ser respeitadas:

Smartphone no Restaurante

Durante um almoço ou jantar com outras pessoas em um restaurante, utilizar o aparelho é extremamente deselegante. Colocar o smartphone em cima da mesa, também pode ser, é como se estivesse dizendo à outra pessoa que a qualquer momento você pode trocá-la por algo mais interessante. O ideal é colocar o aparelho onde não seja visível e no modo silencioso durante toda a refeição. Caso não seja possível deixe-o virado para baixo, o que dá a entender que o aparelho só será usado se for estritamente necessário. Caso surja uma ligação importante durante a refeição, o ideal é pedir desculpas e sair da mesa para falar.

Uso do celular smartphone

Smartphone em banheiro público

Evite entrar falando ao telefone em qualquer ambiente, especialmente no banheiro. Além de ser desagradável para as outras pessoas que estão dentro do banheiro, é mais desagradável ainda com a pessoa que está do outro lado da linha, ouvindo o barulho de sucessivas descargas.

Enquanto é atendido, não use o smartphone

Não use o aparelho, quando estiver sendo atendido, seja por caixas, garçons ou outros profissionais, porque ao falar no telefone ou olhar para sua tela durante o atendimento, tira a sua atenção, que além de ser considerado falta de respeito, atrasa o atendimento, uma vez que sua atenção está focada em outra coisa.

Smartphone em modo Silêncio

Nunca, mas nunca mesmo, esqueça de desligar o aparelho, ou pelo menos colocar no modo silencioso, em lugares onde é exigido silêncio, como biblioteca, cinema, teatro ou mesmo em uma reunião ou palestra.

Smartphone em locais públicos

Seja no meio da rua, ou dentro do transporte público, assim como em qualquer outro lugar de grande circulação de pessoas é extremamente mal educado ouvir música alta ou mesmo conversar em voz muito alta.

Smartphone nos Encontros

Para marcar encontros prefira ligar do que mandar uma mensagem de texto. Evite tirar fotos da outra pessoa durante a refeição, a não ser que ela permita previamente.

Smartphone no trabalho

Evite se distrair com uma mensagem pessoal. Preste 100% de atenção à pessoa que está a sua frente, seja um cliente, colega de trabalho ou chefe. Não interrompa conversas para atender a uma ligação ou enviar uma mensagem. Durante uma reunião evite ‘ler debaixo da mesa’ disfarçando o aparelho, isso demonstra que as outras pessoas no ambiente não importam, o que pode impactar diretamente em seu trabalho. Outra dica básica, mas extremamente importante é a campainha do celular, que no local de trabalho não deve causar estardalhaços, chamando a atenção de todos. Também se deve evitar falar ao celular em público sobre assuntos do trabalho que deveriam ser confidenciais.

Celular em família

É importante que os contatos familiares tenham uma interação de qualidade, evitando o uso demasiado do aparelho em situações familiares, e ensinando aos pequenos desde cedo essas regras. O abuso no uso destes dispositivos podem levar seus usuários a elevados níveis de estresse, assim como dores no pescoço e nas costas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *